sábado, 25 de fevereiro de 2012

Testemunho de Ana Teles, pedagoga, voluntária de Jocum - Equipe Fortaleza




A experiência vivida por Ana Teles foi um tanto quanto íntima e profunda para a mesma. Estavam todos envolvidos na marcha de oração e de divulgação da Campanha ‘Não ao Tráfico Humano’ nas ruas, no dia da realização do desfile do Bloco Galo da Madrugada. A impactante, outrora já havia presenciado outras manifestações e mobilizações como essa no bairro em que reside, em Fortaleza. Relata Ana que durante o percurso, andando e observando as pessoas, os foliões, os movimentos, um pensamento lhe sobreveio: “Meu Deus, será que essa caminhada é mais uma? Será que é mais uma daquelas em outros momentos já vistas?” 

Após isso, na caminhada mesmo, começou um tempo de oração, e ao parar próximo a repórter da mídia local presente, ouviu quando o cinegrafista sugeriu que filmassem o movimento de marcha dos integrantes do Grupo Jocum Nordeste, que formava ali um grande exército. A repórter assim respondeu ao seu companheiro de trabalho: “Isso não tem nada a ver com folia!”

Ao ouvir esse comentário, tendo orado ao Senhor, Ana compreendeu claramente como uma resposta vinda de Deus. “Quando ela (a repórter) disse isso, foi como uma resposta ao meu coração, que aquilo ali que estávamos realizando não era mais um movimento, aquilo ali era algo muito sério. Estávamos sim de forma descontraída, mas o evento em si, era algo sério, nossas motivações e objetivos eram sérios, estávamos ali por causa das vidas. Estávamos ali em nome do Senhor, anunciando o Reino de Deus”, afirma Ana Teles, ainda emocionada, mas renovada em Deus para completar a boa obra para a qual foi chamada nesse tempo.

Pelo que está escrito: “A intimidade do Senhor é para os que o temem” Sl 25:14 – Glória a Deus!
Conhecendo a Deus e fazendo-O conhecido!!

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Encerramento







Nesta terça-feira (22), foi o encerramento de mais um Impacto da Paz no Carnaval de Recife, Camaragibe e Olinda.

Pela manhã, houve um clamor profético pelas nações. Jocumeiros de diversas partes do mundo oravam por suas Nações e Estados, pedindo a Deus perdão por seus pecados e clamando por um avivamento.

À tarde a equipe, através do poder de Deus, impactou a cidade de Camaragibe! A estratégia foi novamente uma meia-lua para fazer apresentações de capoeira, pantomima, pirogafia e dança, como nos dias anteriores.

Apesar do cansaço físico por já estarem fazendo impactos há quatro dias, o renovo de Deus tomou conta da vida de todos, que falavam do amor de Deus.

Após mais uma batalha, todos voltaram à base e fizeram um ato profético: se deitaram no chão e entoavam a canção "Yeshua", para consagrar aquela terra ao Senhor!

E à noite foi o momento da Ceia. Após uma breve ministração do presidente da base da Jocum em Maceió, Miguel, todos celebravam a comunhão uns com os outros, demonstrando união e amor.

Esse Impacto irá ficar marcado na vida de cada um dos voluntários que participaram e daqueles que receberam a Jesus como seu Senhor. O vazio que muitas pessoas estavam tentando preencher através da bebida, da prostituição, das drogas, etc., pode ser preenchido pela presença de Deus.

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Recife Antigo









Entrevista com Hayanna, voluntária da base de Jocum em São Luís do Maranhão.





“É a segunda vez que participo de um impacto de carnaval, e estou aqui por uma necessidade que tive, de sair das quatro paredes, ir ao encontro das vidas, dos necessitados. Tenho me visto como aqueles grandes exércitos relatados em II Crônicas em que eles saíam para combater grandes combates e alcançavam vitórias, Deus dava as vitórias. Sinto que preciso ter posicionamento, que preciso ter postura de guerra, pegar minhas armas, marchar, e que Deus toma a nossa frente, nos dando vitoria. 

Nas ruas, pessoas têm se mostrado receptivas às pregações, mas vejo também que o Carnaval aqui tem se enfraquecido, não há mais nas praças a mesma multidão de anos atrás. E desde o primeiro dia do impacto, Deus tem me falado que o mundo iria ouvir a minha voz, o nosso louvor. Nós temos saído, orado, intercedido, profetizado nas ruas e isso tem acontecido. Estou desfrutando do fato de ver vidas se renderem a Jesus por meio desse trabalho.

Em meio às meditações pessoais o Senhor tem compartilhado comigo textos bíblicos específicos para orar, interceder e tem me feito ver que por meio da intercessão vidas têm sido poupadas do império das trevas. Algo interessante é que também tenho encontrado pessoas que outrora já conheceram o Evangelho e hoje estão afastadas. Agradeço a Deus por estarem ali recebendo novas oportunidades de ouvir sobre Deus e renovarem a aliança com o Pai.

Ontem tive uma experiência que me marcou: conversei com uma menina que estava desejosa por conhecer a Deus e não sabia como fazer isso. Ela estava tendo experiências pessoais, mas não sabia como chegar a Ele e a buscá-lO. Tive a oportunidade de anunciar Jesus em meio as nossas conversas, apresentar as boas novas da salvação e ela teve a oportunidade de fazer sua decisão por Cristo, para a glória de Deus. Estou muito feliz por fazer parte desse tempo tão rico e gratificante”.

Previa-Impacto Carnaval


segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

Entrevista com Rebecca Mayhew - JOCUM Recife


A americana Rebecca Mayhew, da JOCUM Recife, também falou sobre a sua experiência na evangelização neste Impacto. A maior dificuldade foi o idioma, haja vista que ela fala pouco o português. Porém ela conseguiu conversar com algumas pessoas e encontrou estrangeiros que vieram pular o carnaval no Brasil. 

“Havia um alemão com a sua mulher, que era brasileira. Ela era budista e ele ateu, então foi um verdadeiro desafio, mas eu pude falar a eles sobre a verdadeira paz, que só Jesus pode dar”, disse.

Junto com sua amiga Juliana, também falou do amor de Deus a um catador de latinhas. Ao observar o empenho daquele homem para levar o sustento a sua casa, elas começaram a comparar o amor dele pela sua família ao amor de Deus pelos seus filhos. O homem começou a desabafar, dizendo que não tinha mais forças para cuidar de sua família, então elas oraram por ele para que Deus o fortalecesse.

Relatando a experiência vivida no carnaval de Olinda, Rebecca Mayhew ainda falou sobre um desviado, que inclusive tocava na igreja, e disse que não tinha mais forças para voltar, porque “a carne é fraca”. Ela o alertou sobre a vinda de Jesus e falou que Deus estava sempre pronto a perdoar aqueles que se arrependem.

Por fim, ela afirmou que a experiência foi muito boa e que apesar do choque cultural, foi maravilhoso ver como é bom falar de Jesus através das várias formas que as pessoas do local se identificam, como danças, pirofagia e pantomima.


Recife e Olinda não serão mais as mesmas







































Testemunho de Fred (Jocum Crato) – Galo da Madrugada



Neste Impacto evangelístico de Carnaval, realizado pela Jocum Nordeste, reunindo pessoas de vários lugares do Brasil e do mundo, elevadas são as expectativas sobre o que Deus deseja realizar nas ruas, nas vidas. São pessoas que muitas vezes estão naqueles lugares e muitas vezes não sabem nem a razão. Na manhã do dia 18, sexta, pode-se testemunhar um cuidado especial de Deus na vida de uma foliã. Todos os impactantes se reuniram para uma caminhada de oração, intercessão e evangelismo pessoal no Bloco Galo da Madrugada, considerado pelo Guinness Book – o livro dos recordes – o maior bloco de carnaval do mundo em 1995. Na caminhada, ao chegarem a um determinado trecho, em cima da ponte, Fred, obreiro de Jocum na base do Crato, notou ali uma mulher, em estado de embriaguez, jogando cerveja na cabeça de um homem. Sentindo direção de Deus para se aproximar dela, convidou uma integrante da equipe para ajudá-lo.

Libertação

Os dois então, indo a ela, oraram, no meio da multidão. No decorrer da oração, ela acabou desfalecendo e os dois apararam-na, acolhendo-a e eles continuaram a orar. De repente a mulher retomou a consciência, já diferente, e em estado de sobriedade, afirmando que de nada lembrava, perguntando o que havia acontecido. Alguns, brincando, até pensam que ela caiu devido à embriaguez, sabendo que a recuperação de um estado como esse não acontece repentinamente. Acredita-se sim, por quem presenciou, no poder de Deus se manifestando, por Seu amor e graça na vida dela, que ainda teve a oportunidade de ouvir sobre o grande amor de Deus e sobre o amor próprio. Houve ali um grande derramar da presença de Deus, seguido de lágrimas e divulgação do Evangelho da Paz. “Foi uma experiência marcante pra mim, porque literalmente ela é escrava do que consome, porém é nítido como ela quer mudar, mas não consegue. Acredito que com o que houve, algo vai mudar em sua vida. Já vivi experiências anteriores parecidas com essa e pude depois encontrar a pessoa ver a transformação. Isso marca a vida dela, lembro de um caso assim com uma pessoa e tempos depois a vi em uma igreja e ela lembrou de mim”, afirma Fred, impactado.

Isso é o que acontece quando se dispõe para ir até aquele que necessita de alguma forma conhecer a existência de um Deus que se importa e que vai ao encontro dele. Por meio da oração, aproximam-se pessoas ao coração de Deus, prega-se a Palavra e divulga-se o Evangelho das boas novas.

Vídeo do Impacto

Arrastando uma multidão no Galo
video


Impacto em Olinda


E neste domingo (19), a equipe da JOCUM Nordeste, teve a tarefa de levar o evangelho ao tradicionalíssimo carnaval de Olinda, conhecido mundialmente e que arrasta mais de um milhão de pessoas às ruas para os tradicionais desfiles dos bonecos de Olinda.

O povo de Deus mais uma vez marchou profeticamente naquele lugar, parando algumas vezes para clamar pela cidade. Ao chegar ao Alto da Sé, os jocumeiros começaram a fazer suas apresentações de pirofagia, dança e pantomima. 

Várias pessoas paravam para ver o que estava acontecendo. Algumas até perguntavam qual era aquele bloco, sem saber que era o bloco de Jesus levando paz aquele lugar! 

Os jocumeiros sem perder tempo conversavam com essas pessoas, alertando-as sobre o tráfico humano, e, claro, falando que a única solução para os problemas da humanidade é o Senhor Jesus. Várias pessoas ouviam atentamente a palavra e reconheciam que Deus é o único que pode dar a verdadeira paz e com ela a pessoa não precisará de drogas, álcool, prostituição ou quaisquer outros vícios para ser feliz.